//
você está lendo...
Homilias

“… o Reino de Deus está perto.”


Reino de Deus

 “… o Reino de Deus está perto.”

 3o Domingo da Epifania – Ciclo B

Textos

1ra leitura: Jonas 3,1-5.10

Salmo 62,5-12

2da leitura: 1 Coríntios 7,29-31

Evangelho: Marcos 1,14-20

Recém começamos um novo Ano Litúrgico. Estamos no terceiro domingo da Epifania. E o Ano Litúrgico é um caminho simbólico que mostra as passagens de Jesus no meio das pessoas, atravessando cidades e povoados, percorrendo o país de um extremo ao outro rompendo fronteiras, e criando laços apoiados na fé do Deus ao quem chama de Pai.

Neste domingo, continuando a ênfases do domingo passado, lembramos o início da missão de Jesus e o chamado dos primeiros discípulos. E como falamos o domingo passado nós recebemos o convite para segui-lo e continuar o anuncio do Reino de Deus. Celebramos a proximidade do Reino que se faz presente nas ações de Jesus assim como em nosso compromisso com a transformação de nosso mundo.

A primeira leitura é tomada do livro de Jonas. E o texto situa-se depois que Jonas é vomitado na praia pela baleia. Mas faço a ressalva que o livro de Jonas deve ser lido em chave não literal, porém simbólica. Foi escrito depois da volta dos exiliados da escravidão da Babilônia em 538 a.C.  Nesse contexto o povo, tanto os que ficaram na terra quanto os que foram levados para Babilônia tinha sofrido muito, e desconfiando de tudo começa a cultivar um nacionalismo radical e alimentar o desprezo e o ódio por outras culturas e nações.

Nínive representa o que há de mais detestável para um judeu, pois é a capital da Assíria, uma nação opressora. E nesse contexto podemos entender porque Jonas quer fugir de Deus. Jonas não aceitava a possibilidade de Nínive, símbolo da opressão, receber atenção de Deus, ou seja, se o povo judeu odeia essa cidade, por que Deus deve se interessar por ela? Porém, Jonas obedeceu o pedido de Deus e vai a Nínive a proclamar a mensagem de Deus.

E o texto de Jonas deve ser lido em paralelo com o texto do evangelho. Porque o que se diz de Jonas se realiza e tem cumprimento em Jesus. Jonas obedece ao chamado de Deus e vai a Nínive, uma nação opressora e desprezada pelos judeus, para anunciar a mensagem de Deus. E Jesus se põe a caminho da Galileia, região também desprezada pelos judeus, para anunciar que chegou a hora e o Reino de Deus está perto, chamando à conversão e ao seguimento. Assim, tanto o texto de Jonas como o texto do evangelho quer mudar essa visão fechada e intolerante, mostrando que Deus se preocupa com o destino de todas as pessoas, povos e nações.

No caso da carta aos Coríntios, no tempo em que a carta foi escrita, pensava-se que o fim do mundo estava próximo. E diante desse fato alguns afirmavam que a única coisa era gozar a vida antes que terminasse. Inclusive alguns pensavam que o melhor era não casar. Nesse contexto Paulo, pressionado por essa crença do fim do mundo, e que era preciso gozar a vida, ajuda aos Coríntios a se dar conta que o Reino de Deus é um valor absoluto e permanente, e que a afirmação de que “o tempo está curto” refere-se e significa o chamado a uma mudança de vida. É uma maneira de afirmar a necessária relativização do mundo, que deverá dar lugar a uma nova e diferente forma de pensar e viver moderada pelo seguimento de Jesus e no seguimento das marcas do Reino de Deus: paz, justiça, amor, solidariedade, fraternidade.

O evangelho de Marcos foi escrito para “mostrar quem é Jesus”. Ele vai para a desprezada Galileia, região pobre e onde morava gente sem valor e consideradas impuras, para iniciar sua atividade. E é no meio dessa gente e a partir dela que Jesus anuncia seu programa de vida: “Chegou a hora, o Reino de Deus está próximo……”

E o programa de Jesus tem quatro momentos fundamentais: Em primeiro lugar, anuncia-se que “o tempo já se cumpriu!”. Ou seja, que a espera da libertação e da salvação terminou. Deus está presente em Jesus, vivendo seu projeto de liberdade e vida. O caminho de Deus e o caminho dos marginados são a mesma coisa, porque Jesus se faz pobre como eles. Em segundo lugar, proclamar-se que “o Reino de Deus está perto!”. Porque a realeza de Deus vai tomando corpo e vai se concretizando através das ações libertadoras que Jesus realiza, assim como também na prática de seus discípulos e discípulas. Em terceiro lugar, chama-se “a mudar a forma de viver!”. Porque para perceber a presença do Reino a pessoa terá que pensar, viver e agir de uma maneira diferente. Em quarto lugar, e muito enfaticamente se diz, “convertam-se!”. E conversão significa acreditar na Boa Notícia e aderir a prática de Jesus. Porque as Boas Notícias são apenas o inicio das boas novas trazidas por Jesus, que se tornam realidade mediante o compromisso e a prática das pessoas que aceitam seguir Jesus.

No evangelho de hoje o anuncio do reinado de Deus, ao qual se chega pela conversão, exige terminar com uma forma de viver para dar lugar a outra, que no evangelho se exemplifica e antecipa quando os pescadores Simão Pedro, André, Tiago e João, deixam as redes, ou seja, abandonam uma forma de viver para viver em função da libertação e salvação trazida e comtemplada em Jesus.

O evangelho de hoje nos deve fazer pensar, que toda ordem e todo esquema, seja social ou religioso, deve ser posto sob suspeita, para verificar se realmente sua direção se conforma ao amor de Deus, que se mostrou na historia humana de diversas formas, e se tornou uma realidade em Jesus, e que é capaz de mudar nossas vidas frutificando em boas obras.

Todas as leituras da celebração de hoje, particularmente o evangelho, nos mostra que a experiência de libertação e salvação situada e anunciada no passado, é também uma possibilidade e realidade também para nós. Sem dúvida, nós estamos no limite da plenitude dos tempos. Por isso, hoje, como ontem podemos afirmar: “O Reino de Deus está perto!”

 

 

 

 

 

 

 

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: