//
você está lendo...
Homilias

“… amem uns aos outros… assim como eu os amei…”.


Jesus se despide de sus discípulos

“… amem uns aos outros…

assim como eu os amei…”.

5to Domingo da Páscoa – Ciclo C

Textos:
1ra leitura: Atos 13,44-52
Salmo 145,1-9
2da leitura: Apocalipse 21,1-5a
Evangelho: João 13,31-35

O texto do evangelho de hoje, faz parte de uma seção que começando no capítulo 13, contém o relato do lava-pés (vv. 1-11), um discurso sobre o serviço (vv. 12-20), a traição (vv. 21-30) e o Novo Mandamento (vv. 31-35).

Jesus está se despedindo dos discípulos, e a lembrança sobre sua glorificação faz presente toda a sua vida e missão. Mas, sua glorificação está vinculada com a revelação e fidelidade ao projeto de Deus; revelação que se dá a partir de sinais da sua adesão à vontade de Deus.

Amai-vos-uns-aos-outros-como-eu-vos-amei-(Jo-15_12)_583[1]Porém, a glorificação de Jesus não passa pelas coisas portentosas e grandiosas, mas pela afirmação da sua encarnação. Em Jesus Deus se faz um de nós; coloca sua morada entre nós (Jo 1,14). Porém, ao se despedir dos discípulos Jesus lhes faz um pedido: “amem uns aos outros… assim como eu os amei” (cf. Jo 15,12). E certamente essa é a marca e o sinal da vivência e do seguimento de Jesus.

O que identifica o discípulo e a discípula de Jesus é a prática do amor. E será esse amor gratuito o que deve permear a vida dos verdadeiros discípulos e discípulas, porque só o amor mútuo de um para com o outro revelará o verdadeiro atuar do cristão e fará que nos reconheçamos uns aos outros como irmãos e irmãs, assim como também que outros reconheçam em nós a imagem e presença de Deus: “Se tiverem amor uns pelos outros, todos saberão que vocês são meus discípulos”.

Mas o amor é feito de gestos concretos e práticos. É amando a todas as pessoas na vivência da partilha, do perdão, da fraternidade e da solidariedade, que demonstraremos nossa fidelidade ao amor de Deus. E essa prática é a que vai tornar visível o testemunho que Jesus nos convidou a dar.

cielos nuevos e nueva tierraNa leitura do livro do Apocalipse é retomada a profecia do Trito-Isaías, autor anônimo do período persa, século V a.C.,  dos novos céus e de uma nova terra (cf. Is 65,17). Entretanto, amplia-se sua dimensão para todos os povos e culturas. O projeto de Deus de construir um novo mundo e uma nova humanidade deseja englobar a todas as pessoas. E em Jesus Cristo essa proposta se tornou uma realidade; através dele podemos experimentar a presença do Deus vivo que colocou sua morada no meio de nós. Também em Jesus Cristo deu-se um novo êxodo libertador. E esses sinais de libertação do povo serão o fim do choro, e da dor (cf. Ap 21,4).

Somos chamados a amar-nos uns aos outros como Jesus nos amou. Porque somente o amor pode transformar o nosso mundo, e fazer uma realidade os novos céus e a nova terra que a leitura do Apocalipse retoma do Trito-Isaías para seu presente e lança para o futuro. E essa fonte de amor é o próprio Jesus.

Portanto, em um mundo que prima pelo egoísmo e o individualismo, somos desafiados por Jesus a viver e praticar ocomunidade e partilha 2 verdadeiro amor que é partilha, serviço e solidariedade; que respeita a dignidade do outro, a diferença do outro; que não discrimina nem marginaliza; que se faz doação total para que o outro tenha mais vida.

A glorificação de Jesus foi a revelação completa e plena do projeto de Deus. E a entrega da sua vida na realização da vontade de Deus nos ensina, anima e desafia a viver nossa humanidade da mesma maneira que ele viveu, ou seja, servindo. E cumpriremos essa missão através da vivência do maior de todos os mandamentos: o amor. Porque o cumprimento do mandamento do amor será o sinal para verificar se nossas comunidades estão sendo fieis ao projeto de Jesus. Portanto, será preciso olhar para nossa prática para percebermos se estamos ou não concretizando a vontade de Deus.

Discussão

6 comentários sobre ““… amem uns aos outros… assim como eu os amei…”.

  1. wow. great tips! bbom bbom bbom bbom bbom

    Publicado por bbom | 23 de maio de 2013, 12:28 pm
  2. your website is like an encyclopaedia for me, thanks. bbom bbom bbom bbom bbom

    Publicado por bbom | 27 de maio de 2013, 3:31 pm

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: