//
você está lendo...
Homilias

“Permaneçam unidos no amor”.


“Permaneçam unidos no amor”.

Nossa Senhora de Walsingham

6to domingo de Páscoa – Ciclo B

Textos:
1ra leitura: Atos 11,19-30
Salmo 110,1-5
2da leitura: 1 João 4,7-10
Evangelho: João 15,9-17

Celebramos hoje este 6to Domingo de Páscoa com o evangelho do mandamento novo: “O que o mando a vocês é isto: amem uns aos outros”. Deste modo, Jesus nos confia a missão de multiplicar seu amor, para que nossa alegria seja completa.

Estamos no contexto de despedida de Jesus. Durante uma ceia Jesus está se despedindo e deixando suas recomendações. E o diálogo de Jesus com seus discípulos, com tom de despedida, tem no horizonte, o mistério da cruz e a continuidade da missão. É uma cena que lembra a realidade de tantas mães que, na eminência de sua partida, reúne os filhos e com emoção, transmite-lhes as últimas recomendações que se traduzem em verdadeiros referenciais para a vida: “Permaneçam unidos no amor”. E assim, como a relação entre irmãos eterniza as palavras de uma mãe, a relação de amor entre cristãos, na comunidade de fé, eterniza o novo mandamento: “Amem uns aos outros”.

Os verdadeiros amigos e amigas de Jesus são aqueles e aquelas que testemunham no mundo, com palavras e com gestos, que o mundo novo que Deus deseja oferecer para a humanidade se edifica através e no amor; porque o amor é a forma mais nobre de relação entre os seres humanos; o amor é dom e missão. E se Deus é amor, temos que colocar a prática do amor no centro de nossas vidas, porque “… quem não ama no o conhece” (1 Jo 4,8).

E o evangelho convida-nos a contemplar o amor de Deus, revelado na pessoa, nos gestos e nas palavras de Jesus, e atualizado na vida e nas ações de seus seguidores. Particularmente suas seguidoras, as mães, que com carinho lembramos neste dia, são expressão do amor de Deus para com seu povo.

Sem a presença das mulheres o mundo simplesmente não existiria; são elas que geram os filhos e filhas; foram escolhidas por Deus para trazer ao mundo a vida. A mulher foi a alegria completa da criação (Gn 1,18-25); Ana foi a mãe de Samuel, o primeiro dos  profetas  (1 Sm 1,9-28); Isabel foi a mãe de João Batista, quem anunciou a chegada de Jesus (Lc 1,57-80; 3,1-22); e Maria foi uma pessoa escolhida para uma missão, e uma das mais importantes: ser a mãe de Jesus.

Maria acreditou nas promessas de Deus. Foi uma mulher de coragem e compromisso, e suas palavras no Magnificat (Lc 1,47-56) são uma demonstração prática de sua fé e de sua disposição de se deixar usar por Deus: “Aqui está a serva do Senhor; que se cumpra em mim conforme a tua palavra”. Maria foi uma mulher que sonhou com o dia no qual os valores seriam invertidos e terminaria a opressão, sonhou com justiça: “…Deus levanta sua mão poderosa e derrota os orgulhosos… Derruba de seus tronos reis poderosos e põe os humildes em altas posições. Dá fartura aos que têm fome e mando os ricos embora com as mãos vazias”.

Certamente ser mãe não é uma tarefa fácil. Porém, talvez seja um dos mais importantes ministérios. Gerar um filho ou uma filha prover-lhe as necessidades básicas, dar-lhe educação, conselho e carinho, não é uma tarefa fácil. E Maria foi a mãe de um grande homem, mas nunca tentou se projetar a través dele; nunca usou Jesus para se exaltar; não foi oportunista e não viveu a vida de seu filho, e soube sempre que não tinha nenhum mérito por ser mãe de Jesus. Assim, ela ficou oculta quase totalmente durante o ministério de Jesus. Também como qualquer mãe teve suas falhas, e algumas vezes não entendeu o sentido da vida e ministério de seu filho, como quando reclamou de Jesus porque se perdeu de seus pais em Jerusalém durante a visita ao templo, e foi encontrado depois de três dias sentado no meio dos mestres da Lei ouvindo-os e fazendo perguntas (cf. Lc 2,4152). Porém, manifestou sua solidariedade e amor para com Jesus, quando na hora de sua morte, e quando todos os seus discípulos o deixaram sozinho, ficou aos pés da cruz junto com Maria, mulher de Clopas e Maria Madalena (cf. Jo 19,25).

Certamente, Maria foi exemplo de mulher e de mãe. Uma mulher de vida simples, discreta e dedicada.  E tomara que todas as mães sejam como Maria e entendam que têm uma missão especial para desenvolver neste mundo; que não deixem de sonhar com uma vida melhor, mais justa, onde o amor seja a forma mais alta e mais nobre de relação entre os seres humanos; que não deixem de sonhar com o sucesso de seus filhos e filhas; e que entendam, finalmente, também, que são escolhidas de uma maneira especial por Deus para serem a expressão mais alta do amor humano que se entrega até as últimas consequências.

Que Deus abençoe todas as mães do mundo, e que tenha em um lugar muito especial àquelas que já não se encontram mais entre nós.

Feliz dia para todas as mães! Vocês têm sido e são muito importantes em nossas vidas! Vocês são símbolo do amor sem limites que nos desafia a construir um mundo animado pela lei do amor, uma sociedade fundada sobre os valores universais de paz, solidariedade, justiça e liberdade, que encontra em Jesus, a prova mais alta do amor de Deus para conosco, sua plena realização.

Peço agora fazer uma oração por todas as mães:

Pai, tu, sendo Deus, quiseste mostrar entre nós tua face materna…
Por isso criaste todas as mães!
Pedimos-te por nossas mães,
sinais concretos e visíveis de teu amor entre nós.
Multiplicai os seus dias
em nosso meio!
Acompanha-as em todo riso
e em toda lágrima,
todo trabalho e toda prece,
todo dia e toda noite!
Que tua bênção cubra de luz
a vida de nossas mães para que,
inundadas de ti, elas sejam sempre mais
Presença do divino em nossas vidas.
Amém!
[1]


[1] Adaptado de Oração de Dia das Mães, Centro de Estudos Bíblicos (CEBI), sexta-feira, 11 de maio de 2012.

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: